terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Muita atividade... Pouco sono!


Desde o começo desse ano de 2016 não tenho dormido direito. Deito, embolo pra um lado, embolo para o outro e só pelas tantas da madrugada que o sono chega. E logo tenho que levantar para o trabalho. Mesmo fim de semana não tenho conseguido por o sono em dia. Isso, de certa (ou completa) forma vem afetando minha produtividade no trabalho e até pessoal.
Em busca dos motivos de não estar dormindo direito, o excesso de atividades encaixou-se perfeitamente. O começo do ano foi bastante agitado e desde então assim tem sido. Quando você chega em casa e ainda liga o laptop, mesmo que para tarefas e coisas pessoais, deixa seu cérebro em plena atividade ao deitar-se.
Uma pesquisa publicada no Jornal Americano de Epidemiologia mostrou que grupos de pessoas que trabalhavam mais de 55 horas semanais tiveram menores pontuações nos testes do que grupos que trabalhavam até 40 horas semanais. Os testes englobavam memória e habilidades verbais, fluidez da inteligência (associada a memória a curto prazo, pensamento abstrato, criatividade e resolução de problemas.), e inteligência cristalizada (aprendizado acumulado durante a vida educacional, profissional e cultural). Essa última, inclusive, tende a aumentar até os 60 - 70 anos e só começa a diminuir a partir dos 80.
Note que quando falo em excesso de atividades não estou relacionando apenas ao trabalho por si só. Entenda por excesso de atividades, as atividades que você realiza ao chegar em casa. Ligar o laptop para coisas pessoais por exemplo, ao chegar em casa, influencia nas sua carga horária semanal.
Para tirar isso a prova, na última quarta-feira resolvi que, ao chegar em casa, não iria ligar meu laptop nem assistir TV. Tomei meu banho, jantei, coloquei meu pijamas e fui pra cama. Coloquei uma estação de músicas clássicas e fui ler um livro. Meu cachorro deitou-se ao meu lado e as 20:30 aproximadamente eu apaguei. Acordei renovado, extasiado, “bom dia sol” e “beijinhos de luz”. Nesse dia me alimentei melhor, estava mais disposto e até com o humor melhor - quem me conhece sabe como isso é surreal.
Então, mesmo que seja necessário você fazer suas horas extras, prolongar suas atividades para além das 48 horas semanais, quando sentir-se esgotado, sem conseguir dormir direito, tente isso. Desligar-se de tudo que seja rotina por uma noite. Seja sozinho com seu cachorro. Seja com amigos. Seja com sua (seu) companheiro(a). Apenas se abstraia do que remete a sua rotina e tenha uma boa noite!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Locations of visitors to this page
Côcos pelo Mundo