quarta-feira, 28 de abril de 2010

DHCPD

Nem sempre problemas de tuning e baixa performance estão relacionados ao banco de dados em si. Se você já olhou configuração de memória, utilização do cache, tempo de checkpoint, estatísticas e tudo mais relativo ao seu banco de dados, ainda é tempo de dar uma pequena olhada no serviço DHCP do servidor.

Isso mesmo, rede. O maior indicador para procurar algo errado no dhcp é a demora em abrir e fechar sessões. Nada de execução de queries. Elas executarão rápido e uma vez logado e aberta uma sessão com o servidor, tudo fluirá sem problemas. Por isso é um pouco difícil identificar esses problemas, já que se você DBA estiver logado diretamente no servidor, não vai achar nada de errado ou lento nele.

A primeira coisa a ser averiguada é se o serviço está ativo.
/etc/init.d/dhcpd status ou [root@server1] service dhcpd status ou ainda #rcdhcp status
dhcpd (pid xxxx) is running

Constatado que o serviço está ativo, verifique a configuração no arquivo /etc/dhcp.conf. Esse arquivo informa o endereço do servidor DHCP ativo.
Quando você não consegue "pingar" esse servidor ou a rota para o mesmo é difícil, seu problema de baixa performance está relacionado a isso. Sempre que o sistema ou um usuário tentar abrir uma nova sessão ele vai tentar resolver o host do servidor de banco através desse serviço. Se houver dificuldade de acesso isso irá impactar no tempo de resposta para abrir a nova sessão.



Isn't every time that tuning problems and low performance are related to your database itself. If you already had look the memory configuration, cache use, checkpoint interval, statistics and everything else related to your database, is still time to take a little look on the DHCP service of your server.
That's right, network problem. And the main reason to lead you to figure something wrong on the dhcp is the long time that you'll fin d to open new sessions and close it. No queries execution. They will give you a fast time answer once you're already logged in. And if your session were opened directly at the server, all will flow quite and calm. So, it's quite hard to identify this kind of problem, once the DBA is logged right into the server will find nothing slow or kind of problem into it.

The first thing to be done is identify if the dhcpd service is running:
/etc/init.d/dhcpd status ou [root@server1] service dhcpd status or either #rcdhcp status
dhcpd (pid xxxx) is running

Once you had discovered if the service is running, verify the configuration file /etc/dhcp.conf. This file has the address of the active DHCP server.
When you can't ping this server or its route is a hard path your performance trouble is related to this. Every time that your system or user tries to open a new session, the dhcp will try to resolve the server host of the database through this service. If there's some difficult of access, this will impact the response time to open this session.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Nova Economia de Pernambuco

Estive pensando ultimamente em um problema que anda afligindo muita gente, inclusive minha esposa. A questão da idade para recolocação no mercado de trabalho. Vocês não têm idéia de como é complicado realocar-se no mercado quando se tem mais de 35 anos. Salvo os casos em que você é muito bom no que faz, já fez um nome e bla, bla, bla. Aí as empresas é que te procuram.

Mas não precisa se preocupar prezado vovô/vovó. Pelo menos aqui em Pernambuco o que tenho percebido é o crescimento de um forte mercado de trabalho com carência de mão-de-obra: as indústrias. Sugeri a uma amiga minha que passava por esse dilema que fizesse um curso técnico, tipo cursos de inspeção de sistemas em medição de gás natural. É... Uma coisa bem restrita, você pensa. Mas as indústrias estão crescendo muito no estado e não existe mão-de-obra técnica suficiente para suprir. Batata, ela foi contratada para trabalhar em Suape.
O SENAI/SESI (::Portal SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) oferece diversos desses cursos, muitos até gratuitos, sendo necessário apenas o pagamento da inscrição. "A formação de profissionais sintonizados com as demandas do mercado de trabalho e com a tendência de interiorização da indústria brasileira são pilares do programa Educação para a Nova Indústria. É também a principal finalidade do Senai, que tem se mostrado eficiente no desenvolvimento de programas de qualificação profissional adequados às constantes transformações da indústria brasileira." - Disse Armando Monteiro.
Por sinal minha esposa já está trabalhando novamente!



I was thinking about a problem that’s having been worrying a lot of people, including my wife. The question about the age of someone to be replaced at the labor market. You have no idea how hard it is to get replaced at the labor market when you have 35 years old or above. Excluding the cases when you are very good in what you do, already has marketing on your name, bla, bla, bla. That's when the companies come to you.
But don't worry dear grandpa / grandma. At least here at Pernambuco what I have been noticing is the grow of a large job market without skilled labor: the industry. I had suggested to a friend who was passing through this situation to do some technical course, like a course for Inspection and Measure of Natural Gas Systems. Yeap... Something very restricted, you tell me. But the sector of industries has been growing very much in the State and there's no skilled labor to supply it. Touch Down, she was hired to work at Suape little after this.
The SENAI/SESI (::SENAI Portal - National Service of Industrial Learning) offers many courses, a lot of them even for free, being just necessary to pay the registration fee. "Training professionals tuned to the labor market needing and with the internalization trends in Brazilian industry are the support to the Education to the New Industry program. It's also the main goal of the SENAI, that has been proving very effective in developing programs of appropriate professional qualification to the constant changes of the Brazilian industry" - Said Armando Monteiro.
By the way, my wife is already working again!

segunda-feira, 19 de abril de 2010

ORA-20005: object statistics are locked! Forever Locked!

O monitoramento da coleta de estatísticas de um banco é tão importante quanto a coleta em si. Muitos "DBAs" se preocupam apenas em implementar a tarefa de coleta de estatísticas, mas não se preocupam em monitorar se a coleta está sendo feita corretamente.
Um problema comum que impede a coleta das estatísticas é o erro ORA-20005: object statistics are locked. Normalmente isso acontece quando há uma interrupção brusca no processo de coleta, deixando a estatística de algum objeto "travada", como uma queda de energia, falha de hardware ou desligamento do servidor por algum outro motivo. Após ocorrer o problema ORA-20005, as estatísticas posteriores não serão mais concluídas, levando a uma queda de performance.
Entretanto a solução para o problema não é nada de outro mundo. Normalmente eu utilizo o pacote DBMS_STAT.UNLOCK_SCHEMA_STATS ('nome_do_esquema') para "destravar" o objeto que ficou preso. Caso queira ir direto ao problema, ou seja, o objeto em questão, pode consultar a visão DBA_TAB_STATISTICS:
select owner, table_name, stattype_locked from dba_tab_statistics where stattype_locked is not null;
E executar o pacote DBMS_STATS.UNLOCK_TABLE_STATS('OWNER','TABLE_NAME');
Não basta só executar. Tem que monitorar!



The gather statistics monitoring on a database is as important as the gathering itself. Many DBAs are just worry about implement a job to gather statistics, but don't monitor if this job is running ok.
A common problem that prevents the correct gathering statistics is the error ORA-20005: object statistics are locked. Usually this is caused by a sudden interruption on the gathering statistic process, letting the statistic of some object locked, as a power lost,
hardware fail or the server shutdown during the gathering process for some reason. After the ORA-20005 error the further statistics gathering will fail to complete, leading to a performance lost.
However the solution is not a complicated thing. Normally I execute the package DBMS_STAT.UNLOCK_SCHEMA_STATS ('OWNER') to "unlock" the object. But if you want to reach the origin of the problem you can look the database view DBA_TAB_STATISTICS:
select owner, table_name, stattype_locked from dba_tab_statistics where stattype_locked is not null;  And execute the DBMS_STATS.UNLOCK_TABLE_STATS('OWNER', 'TABLE_NAME') package, passing the objects given by the view consulting.
Isn't enough just gathering statistics. You must monitor it!

terça-feira, 13 de abril de 2010

Entre Cordeiros e Lobos

Mais um gap enorme para postagens. Sem tempo. Tempo algum... Mas vamos fazendo o possível!
Em relação à sucessão presidencial não precisei fazer muita pesquisa, pois já tinha uma opinião formada (ou semi-formada). Enquanto Dilma e Serra "já disparou nas parada" formando um cenário pré segundo turno, discutindo sobre lobos, cordeiros e a bicharada, minha escolha vai ficando para trás, disputando restos e sobras de votos indecisos com a Marina Silva.




Dilma e Serra disputam a atenção do eleitorado. De um lado Dilma acusando o seu oponente de ser Anti-Lula, e quem é Anti-Lula é Anti-Polvo (trocadilho horrível, reconheço), afirmando que são parte de uma força do atraso, um governo para ricos e lobos em pele de cordeiros (com as patinhas de fora). Por outro lado a oposição reagiu as críticas afirmando que a Dilma está fazendo terrorismo, espalhando que os Tucanos irão acabar com Bolsa Família e o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).
Sinceramente não sei o que é pior. O Nosferato do Sudeste, que acha que o Brasil é composto apenas do Sul e Sudeste, ou a Cordeira Marionete de Lula, cujo não confio que fará um bom governo, não por ser uma mulher, mas porque acho que ela não tem um perfil que irá continuar os trabalhos do Presidente Lula.
O Ciro pelo menos iria olhar pelo Norte e Nordeste e a Marina recebeu até elogio do Al Gore!



Another enormous gap of time between my posts. I’m sorry. No time. Any time. But I’m doing what I can…
In relation to the presidential elections I didn't have to do a large research. I already have my opinion (or a half-opinion). While Dilma and Serra "already gone faraway" on the politic researches, forming a pre second election scenario, discussing about Wolves, Lambs and all the animals, my choice is going left behind, competing for rests and leftovers votes with Marina Silva.
Dilma and Serra compete for the elector’s attention. On one side there's Dilma accusing her opponent of being against Lula and the People, saying that he's a part of a backwardness force, a government for the riches and wolves under lamb skins (but showing their paws). On another side the opposition reacted to the Dilma's critics saying that she's a terrorist, spreading that Serra will end the actual government programs.
Honestly I don't know what is worst. The Southeast Nosferatus, that thinks that Brazil is made only by the South and Southeast regions, or the Lula's Puppet Lamb, which I don't believe that will do a good government. Not because she's a woman, but because I think she doesn't have a profile of someone that will keep the works of the actual President Lula.
At least Ciro would look at North and Northeast regions and Marina even got some praise from Al Gore!

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Chá de Santinhos de Eduardo... Eca =P

Desculpem a demora para postar. Estive um pouco ocupado e passei a Páscoa viajando, então espero que tenham tido uma boa Páscoa também!
Prestes a concluir minha alfabetização política, o atual governador e meu anterior predileto para assumir mais quatro anos de governo, caiu uma posição no meu conceito. De primeiro foi para segundo, atrás de Roberto Magalhães. Sérgio Xavier (Putz, Sérgio Xavier, o cara que era uma completa "?" no meu conceito) subiu para terceiro lugar.
Tudo bem, ele realizou alguns trabalhos importantes, como criação de diversas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), tirando um pouco da sobrecarga das emergências de hospitais da cidade e facilitando o acesso a população. Suape, dando continuidade ao projeto da Refinaria e construção de um novo estaleiro, melhorou o abastecimento d'água para a região metropolitana e em algumas cidades do interior, como Poção e o carro chefe do seu governo, o programa Pacto pela Vida, reduzindo substancialmente o crescimento das mortes e lesões por crimes violentos e intencionais. Mas mesmo após conversar com um colega do trabalho que aparentemente irá votar no Neto de Arraes, seu conceito não subiu. Ele não conseguiu acrescentar nada que fizesse com que subisse, a não ser falar sobre uma campanha fundamentada em Chá feitos de Santinhos de Miguel Arraes e trabalhos realizados pelo interior, embalados pelo nome do avô. Na verdade a maioria dos trabalhos foram focados na Região Metropolitana da cidade.
Meu, sério, todo mundo devia fazer isso. Tipo, uma pequena pesquisa a respeito dos candidatos e pré-candidatos. Ao menos passaríamos a escolher nossos representantes não pelas suas promessas vazias, mas pelos trabalhos já realizados.



Sorry for the long time to post. I've been a little busy and also was traveling on Easter, so I hope you had a Happy Easter too!
Just about to complete my "political literacy", the current governor and my past choice to take four more years of government, felt down one position at my concept. From first, he had gone to second place, just behind Roberto Magalhães. Sérgio Xavier (Dude, the guy was a complete "?" at my concept) is now on third place.
Ok, he did some important works, as the creation of UPAs (Emergency Units), removing a piece of the overhead in the emergencies of the hospitals of the city and making its access easier to the population. He continued the work at Suape with the Refinery project and the construction of a new shipyard. He improved the water supply at the metropolitan area and some cities at the countryside, as the city of Poção, and his government's flagship, the Covenant for Life program, which substantially reduced the growth of intentional violent deaths and crimes. But even after a little talk with a work partner which apparently would vote for the Arraes grandson, his concept didn't grow up. He couldn’t tell me nothing to make his concept grow, instead of talking about a campaign supported by teas made of little images of Miguel Arraes and his works over the countryside, covered by his grandfather's name. In fact most of his works were focused on metropolitan area.
Dude, serious, everybody should do it. I mean, a little research over the candidates and pre-candidates for elections. At least we would choose better representatives for us, instead of their empty promises, but the work that they made.
Locations of visitors to this page
Côcos pelo Mundo