domingo, 27 de fevereiro de 2011

Eu aceito

Alguém por acaso já se deu o trabalho de ler aqueles termos de compromisso que aparecem na instalação de algum software? Confesso que um ou outro eu já tive a curiosidade de ler. Lembro que um deles era sobre uma ferramenta de desenvolvimento gratuita, que utilizada a metodologia Agilis. Li porque queria saber se poderia comercializar um software desenvolvido por mim através dessa ferramenta.
De qualquer modo não ficou bem claro para mim. Acho que nunca fica bem claro para ninguém o que vem escrito ali. Normalmente ele vem todo em inglês e sua leitura muito extensa, pouco objetiva, torna-se cansativa. Por isso que as pessoas dão um by-pass naquela tela simplesmente clicando em "Aceito".
E por isso, também, vou fornecer um breve resumo do que geralmente você encontra lá no meio de todas aquelas palavras e em que isso vai mudar sua vida!
1) Normalmente você não vai poder comercializar um software de terceiros. Digamos que você tenha "baixado" e instalado um editor de HTML freeware - para criar home-pages. Você não pode vendê-lo como se fosse seu. Isso tem toda a lógica, mas acredite, tem gente que tenta vendê-lo na cara dura.
2) Sobre esse mesmo editor de HTML. Digamos que você criou uma homepage ululante e pretende publicá-la. Pessoas irão acessá-la, colocar propaganda, utilizar seus recursos e uma graninha vai começar a entrar. Então dependendo das cláusulas lá do Termo de Compromisso, pode ser que você tenha que pagar parte (ou todo em alguns casos) do seu lucro para a empresa fornecedora do software que você usou para criar a homepage. Isso também vale para ferramentas de desenvolvimento, tipo editores de Java, plataformas Agil e outras ferramentas que não seja o Notepad ou o Vi.
3) Se por acaso o software que você estiver instalando danificar seu sistema operacional e você perder os seus arquivos, um abraço! Esses termos de compromisso isentam a empresa de qualquer culpa sobre isso. Faça o backup antes se quiser. Se não quiser, torça pra Murphy não te visitar nesse dia.

Esses são os principais pontos que serão encontrados nesses termos de compromisso. As outras coisas são referentes ao significado de algumas palavras do documento, local e linguagem que serão utilizados caso sejam acionados judicialmente e particularidades de cada companhia, tipo uma indenização máxima de 10 dólares caso você seja prejudicado por uma negligência da fornecedora do software e outras coisas bizarras que podem estarem incluídas.
Porém eu recomendo algum cuidado nessas cláusulas particulares, as letrinhas minúsculas, pois quem sabe um dia você pode estar aceitando doar seus órgãos para uma família polonesa no dia do seu próximo aniversário.




Who ever ever bothered to read those end-user terms of agreement that appear when installing any software? I confess that I already had the curiosity to read one or other. I remember that one of them was on a free developer tools, which used the methodology Agilis. I read because I wanted to know if I could sell software developed by me through this tool.
Anyway it wasn't clear for me. I think it's never clear to anyone what is written there. Usually it's all in English and a very large text, non objective, so it becomes tiresome. That's also Why people give a pass-through that screen simply by checking "Accept" box.
And so, then, I'll provide a brief summary of what you find there, usually in the middle of all those pretty words and how this will change your life!
1) Normally you will not be able to sell third-party software. Let's consider that you have downloaded and installed a freeware HTML editor - for creating home pages. You can't sell it as your own. This is quite logical, but trust me, do there exists people trying to sell it!
2) Still about the same HTML editor. Consider that you created a marvelous home page and intends to publish it. People will access it, do advertise, use its resources and a little buck will start to come. So depending on the clauses there on the End-User Agreement, you may have to pay part (or in some cases all) of its profit for the supplier of the software that you used to create the home page. This also applies to development tools, like Java editors, Agilis platforms and other tools, but Notepad or Vi.
3) If by chance the software you're installing damage your operating system and you lose your files, take a coffee! These terms of agreement save the company from any guilt about it. Backup your data and files before install if you want. If not, you won't Murphy to visit you that day.

These are key points that will be found in these terms of agreement. The other things are related to the meaning of some words in the document, place and language to be used in court in some process cause and peculiarities of each company, as a maximum payment of $10 if you are injured by the negligence of a supplier of software and other things bizarre that may be included.
But I recommend some caution in these particular clauses, the small letters, because maybe one day you may accepted to donate your organs to a Polish family on your next birthday.

Um comentário:

  1. No, I had no idea that they would only accept their own money. My international travel has been limited to Canada and I don't even have a passport right now (though I plan to make a change to that within the next year or so- I feel sort of lame without one).

    The fine print, they always get you with the fine print. Makes me happy to be someone who paints the old fashioned way- with paint made with acrylic polymer emulsion as a vehicle. Peace!

    ResponderExcluir

Locations of visitors to this page
Côcos pelo Mundo