sábado, 11 de julho de 2009

ils ont eu leur temps et n'ont pas agi...maintenant c'est mon temps et j'agis


Como alguns já sabem, sou administrador de banco de dados. Pois é, trabalho com prazos, cronogramas, timesheet (vulgo TimeShit) e todas esses trecos de gerenciamento de tempo e atividade. Tento, juro, o melhor possível cumprir meus prazos e concluir uma atividade no tempo estabelecido. O problema é que sabemos que nem sempre isso depende unicamente de nós.
Sendo essa dependêncie, e atrasos, coisa que me emputecem anomalicamente estipulei uma nova filosofia para área: Envio o cronograma para os envolvidos no projeto e o escopo definido, assim como as atividades envolvidas e responsáveis. Adicionalmente a isso, firmo um acordo com "Escopo Padrão", o qual é definido por mim e assumido como verdadeiro na falta de contestação e aprovação, ou não, do cliente.
Funciona assim, o cliente solicita uma atividade, não define requisito nem escopo, do tipo "importa essa planilha ai pra dentro do banco!". Pô... Massa... Quais as regras pra importar? Que campos? Que dados? Como assim? Fazemos uma reunião inicial e anoto um esboço do que será feito. Na empresa formalizo, desenho, cronogramo, etc e defino o escopo default:
1) As colunas importadas serão A,B,C e D;
2) Para o Campo X será assumido valor default YYY;
3) Não serão importados os valores XXX e DDD;
4) etc.
Mando de volta para o cliente dar seu aceite e um abraço.
Normalmente o cliente aceita o escopo definido e o que está escrito, pois não quer ter o trabalho de bolar alguma outra coisa. Porém existem os casos que ele simplesmente não responde. Então quando encaminho o escopo para o cliente informo que para não haver atraso no cronograma e comprometer outros projetos, se não houver contestação do escopo até a data Z o trabalho será realizado em cima do escopo padrão definido no documento.
Traduzindo o que está escrito no título do Post: "Eles tiveram o tempo deles e não fizeram... Agora é meu tempo e estou fazendo!"

****************************************
****************************************

As some of you already knows, I'm a Database Administrator. Yeap, I work with timesheet (as knew as TimeShit), chronograms, goals, etc. I try, I swear God, do my best to finish my tasks into the work time. The problem is that some times I have a dependence of a task in third hands.
As those dependences, and consequently, to being late, makes me really angry, I adopted a new concept when I'm defining the chronogram: Besides the usual prospect with all the activities to each project party, I add a (by me called) "Default Scope", which was defined by me and is assumed as true in a lack for approve or contestation of the third part. E.g.:
The client demands some activity without scope or definitions. Something like "Take this data in this EXCEL Sheet and put into our database". Yeap... And... Which are the rules to import? Which cells? Which data? What a hell? So we make a kickoff meeting and I take some notes about the scope of the job and what will to be done. In front of my computer I write a document with this, with functions, chronogram, graphs e with this I draw the Default Scope:
1) Will be imported the columns A, B, C and D;
2) When the data is "X", will be accepted the default data "YYY";
3) The values "XXX" and "DDD" will no be brought;
4) etc.
So I send it back for the client approve or contestation. Normally the client will accept the default scope which I had defined, 'cause he doesn't want to do any effort to think in another solution. And there are the cases that the client even reads! Then I send it telling that if I don't have any contestation until the date "Z" the work will be done above the default scope. This is to not compromise the project deadline. Translating what is under the post title: "They had their time and didn't make it... Now are mine and I'll do!"

4 comentários:

  1. É do tipo: " não foi por falta de aviso"...uma duvida, teus clientes Lêem seu blog??? rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. rsrsrsrsrsrsrs...tenho fé que não vão ler!

    ResponderExcluir

Locations of visitors to this page
Côcos pelo Mundo