quarta-feira, 3 de junho de 2009

Igreja do Cocal



Ainda no município de Cocal (PI), um patrimônio histórico encontra-se ameaçado por conta das inundações. A Igreja de Nossa Senhora do Rosário, ou Igreja do Cocal. Ela localiza-se a 9 km do município e possui difícil acesso. Uma vez que a enchurrada d'água decorrente da barragem de Algodões I se alastrou por 20 km, grande parte da Igreja foi comprometida.
A construção data do Sec. XVII baseado nas suas características arquitetônicas e uma inscrição na sua fachada, datada do ano 1616. Devido as características das construções jesuíticas, que antecedem ao barroco, com vigas retas e simples, sem adornos e exageros acredita-se que a data da sua construção seja realmente essa. Possui apenas uma nave central e há ausência de torres. Acredita-se que esta seja a arquitetura mais antiga do Piauí.
Tombada como patrimônio estadual sua estrutura vinha sendo conservada pelos moradores da localidade, os quais ainda realizavam em seu interior cerimônias
religiosas, no entanto, isto acontecia somente uma vez ao ano. "Todo ano a gente se reune nos festejos de Nossa Senhora do Rosário, que acontecem em outubro, aí o padre de Cocal vem e realiza batizados, eucaristia, crisma e casamentos. Todo o povo se reune e faz uma grande festa", explica Maria Candida que nasceu no município de Buriti dos Lopes/PI.
Ontem foi celebrada a missa de 7o. dia em memória dos mortos pelo estouro da barragem, na Igreja Matriz da cidade, já que a pequena Igreja do Cocal não está em condições de receber os fiéis.
CONTRADIÇÃO
Em Santa Catarina também existe uma Igreja do Cocal. Essa porém é da cidade de Cocal do Sul. A Igreja Matriz Nossa Senhora da Natividade Data do Sec. XX com aproximadamente 80 anos. Não sofreu consequências da enchente em SC ocorrida em Novembro de 2008, mas ao contrário da sua irmã mais velha do PI, onde a população zela pela sua conservação, a de SC sofre com a ação dos vândalos, que a picham e depedram.



Still at Cocal locate (PI), an historic building find itself in a dangerous state by the flood. The Church of Holy Mary of Rosary, or Cocal Church as its common knew. It's located 9Km far from the Cocal city and it's hard to get there. Once that the Algodões I dam flood were 20km far, a large part of the church was damaged.
The building was dated on XVII century. This date was based in its architectonic characteristics and an inscription in the front wall of the church with the year of 1616. Due to the Jesuit constructions, before baroque, with straight and simple beams, without too much adornments and ornaments, it can be said that this date can be true. It has only one central navy and there is no towers. It believes that it's the oldest building in Piaui.
Protect by the state government its construction has been conserved by the locals, which still could have inside it religious ceremonies, although it was just once in a year. "Every year we get all people together in the Holy Mary of Rosary party, every October. So the Cocal priest comes to do baptisms, chrism and marriages. Every body comes and does a great party", explains Maria Candida which has born at a near city, Buriti dos Lopes.
Yesterday had the seventh day mass, in memoriam of the deaths from the flood, at the main church of the town, once that the Cocal church is not able to receive its faithfull.
CONTRADICTION
At Santa Catarina its also a Cocal Church. But this is from the city of Cocal do Sul (South Cocal). The Master Church of Holy Mary of Nativity is dated of XX century, with about 80 years old. It didn't suffer with consequences from the flood happened at November, 2008, but in contrary to its older sister, which the people care for, the church at SC suffers with vandals actions.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Locations of visitors to this page
Côcos pelo Mundo