quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Ações tomadas dificilmente surtirão efeito imediato, mas são o início do fim

Li ontem a noite que projeto de lei do o Vèi Baraka (também conhecido como Barack Obama) para ajuda econômica dos EUA foi aprovado no Senado.
Não sou nenhum especialista economico, nem pretendo ser, mas particularmente o que ele fez foi mais ou menos o que já estava sendo feito no Brasil desde o princípio dessa crise mundial: injetar dinheiro no mercado interno, estimulando o aumento de consumo, fazendo o dinheiro circular e voltar para o caixa beneficiando a todos. Foi uma conta de padaria meio chula a que acabei de fazer (tipo Padaria do Seu Manoel),
mas para mim, particularmente, faz algum sentido.O que me leva ao título desse post. Levando em conta minha atual situação profissional, não estou recebendo financeiramente o que seria justo
(Essa opinião não é uma posição particular do autor desse post. Qualquer semelhança com fatos e personagens verídicos será mera coincidência). Essa opinião é compartilhada inclusive pelo meu gerente (irônico não?). Bem, não recebendo o que seria justo e necessário, não injeto dinheiro no mercado. O meu dinheiro não circula e não volta para o caixa do governo. O que me leva a concluir que estou quebrando a
economia do nosso país!!!Então para que eu não leve esse peso na consciência pelo resto da minha vida estou tomando algumas preocauções como fazer minha primeira
prova para tirar minha certificação OCP. Não vai surtir um efeito imediato, com disse no título, mas será o início do fim de mais um ciclo profissional na minha vida!
Eu havia escrito esse post ontem a noite, mas meu computador travou (irônico e irritante). Isso me fez perceber que escrevo melhor a noite do
que pela manhã :P
Abraços!
- Ouvindo Chico Buarque (Valsinha)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Locations of visitors to this page
Côcos pelo Mundo