quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

sábado, 4 de dezembro de 2010

Fuxicos ambientais


Fuxico, upload feito originalmente por Mááh :).

Do mesmo modo que enviei um e-mail para o Deputado Moreira Mendes, fiz o mesmo para a Senadora Marina Silva, na minha opinião uma das pessoas com maior espertize em questões ambientais. Bem, não estou mais esperando respostas para meus e-mails, nem muito menos quero mudar o tópico para os últimos acontecimentos no RJ, sobre a invasão da polícia e exército aos morros da Vila Cruzeiro e Alemão.
Ilma. Sra. Senadora Marina Silva,
Primeiramente gostaria de lhe parabenizar pelo desempenho nessa última eleição para presidente. Particularmente votei na senhora. O motivo o qual estou escrevendo é por meu interesse nas questões ambientais e vejo a sra. como uma das pessoas mais qualificadas e esclarecidas sobre o assunto. Como cidadão venho notando grande polêmica a respeito tanto da Lei original nº 9.605/98, quando do projeto de Lei 1.876 de 1999. Agricultores acusam a lei de enfraquecer a produção rural do país e prejudicar o homem do campo. Os ambientalistas repudiam a reforma na lei, principalmente no que diz respeito ao perdão dos crimes ambientais cometidos até Julho de 2008.
Particularmente acho que o maior problema da legislação ambiental é a morosidade dos processos que envolvem o meio ambiente. Há ainda muita burocracia para aprovação e estudo desses projetos. Essa demora no feedback faz com que agricultores desacreditem na lei e por consequência implementem seus projetos com diversas falhas. Tivemos recentemente um exemplo disso com a empresa Natura, que foi multada por uso da fauna sem autorização do órgão responsável. A empresa diz que não pode esperar dois anos por uma autorização de pesquisa do CGen. "Dois anos é o ciclo de vida de um produto no mercado".
Acho que o ambientalismo ganharia uma força muito maior com a simples agilização desses processos que envolvem projetos ambientais. Seriam mais bem aceitos pelos próprios agricultores e seria bom para economia do país. Na opinião de Vsa. Excelência, tem um certo fundamento essa agilidade dos órgãos competentes ou não faria diferença?
Agradeço se puder fornecer alguma opinião sobre o assunto.
Atenciosamente,
Ricardo Gusmão

x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x

As the same way that I sent an e-mail to Mr. Moreira Mendes questioning about environment issues, I also sent one to the Senator Mrs. Marina Silva. In my opinion she's one of those with higher knowledge on environmental issues. Well, I'm not waiting a replay for my mails anymore, neither I want to talk about the recent events at Rio de Janeiro, where police and army forces invaded the slums to take out the drug dealers.
"Hon. Mrs. Senator Marina Silva,
First of all I would like to congratulate you for the great performance on this last president elections. I was one of those which voted on you. The reason that I'm writing you is my interest about environment issues and I find you one of most qualified and informed person about the topic. As a citizen I have been noticing a lot of polemic around the Law no. 9.605/98 and the projects of Law 1.876 from 1999. Farms accuse the government of reducing the agriculture production in the country, penalizing the farm man. Environmentalists repudiate the reform on the law, mainly when about forgiveness of the environmental crimes did before 2008, July.
Particularly I think that the great problem on the actual environmental legislature is the slowness on the processes involving environment changes. There's a lot of bureaucracy to approve and analyze those projects. This slow on a feedback time makes farmers discredit the law and in consequence they implement their projects with several failures. Recently we had an example when the company Natura was charged by the utilization of the environment without the authorization of the responsible organization. The company says that they can't wait for two years to have the authorization for researches from the CGen (Genetic Researches Center). "Two years is the life cycle of a product on the market. We can't wait so long".
I think that the environmentalism would gain a lot of strength just in making those projects involving environment run faster. It would be well approved by the farmers their selves and it would be also good to our economy. In the opinion of Your Excellency, the agility of the process by the corresponding organizations would be a difference?
I really appreciate if Your Excellency could give some attention to this question.
Regards,
Ricardo Gusmão"

sábado, 20 de novembro de 2010

Muitas dúvidas sobre a Proposta de Mudançca na Lei Ambiental...

Semana anterior mandei um pequeno e-mail para um dos Deputados que estão a frente da comissão parlamentar para mudança na legislação ambiental. Como não tive nenhuma resposta - tudo bem, confesos que não esperava que fossem me responder mesmo - vou publicar para não ficarem totalmente esquecidas... Ao menos por um tempo, até os posts sumirem para outra página.Atualmente existe uma grande polêmica entre ambientalistas e ruralistas a respeito das regras de 1998. Ruralistas chorando alegando que a legislação atrapalha o crescimento da agricultura no país e os ambientalistas que se pudessem moravam em sequoias.


"Exmo. Sr. Deputado Moreira Mendes,
Escrevo à V. Exa. procurando entender um pouco mais sobre essa questão da mudança na Legislação Ambiental. Não sou ambientalista. Apenas um cidadão curioso sobre os argumentos tanto de ambientalistas, como de rulalistas na defesa de suas questões e pontos de vista. Sou administrador de banco de dados e tenho um sistema cujo essas definições ambientais terão certo impacto.
Li a Lei Ambiental No.9.605/98 e o Projeto de Lei No.1.876 e gostaria de saber no ponto de vista de V. Exa., as fundamentações para os seguintes pontos:

1) A proposta é para que fazendas com até 4 módulos fiscais não precisem cumprir o percentual mínimo de preservação por bioma. Tenho percebido muita polêmica em relação a esse ponto. Por que não definir então percentuais diferenciados para esses casos, ao invés de não haver percentual?
2) Não entendi o abono e perdão de multas e punições cometidas antes de 22 de julho de 2008. Por que esse abono?
3) Existe também muita polêmica em relação a gastos e energia dispensada para recuperar áreas já em exploração, como plantações de uvas e café. Concordo que não vejo sentido nessa recuperação, já que haveria uma perda grande na atual produção além da demora pra recuperação da área. Porém também não acho certo "deixar para lá" simplesmente. Por que não obrigar na proposta de lei que o proprietário tenha que comprometer-se a recomposição florestal em uma outra área, de mesmo tamanho da explorada?
Agradeço a V. Exa. se puder dispôr de um pequeno tempo para esclarecer essas dúvidas. Como disse no início, escrevo mais por curiosidade no papel de cidadão.
Atenciosamente,
Ricardo Gusmão"



Last week I sent a little e-mail to one of the Representiers on the parliamentary committee to the changes on the environmental legislation. As I got no answer - Ok, I confess that I never expected to have a feedback - I'll publish it here. So it'll not be completely forgotten, until the posts change from this page. Nowadays exists a polemic among environmental and farmers about the 1998 rules. Rurals are crying saying that the actual legislation is decreasing the agriculture growth in the country, and the enviromentals that if they could, they would live on sequoias.

"Hon. Mr. Moreira Mendes,
I'm writing to Your Excellency to try to understand a little more the legislation changes about the environment law. I'm not an environmentalist. I'm just a citzen curious about the polemic between the environmentalists and farmers defending their point of view. I'm a database administrator and I have a system that would be impacted for those definitions.
I read the Environment Law 9.605/98 and the Proposal of Law 1.876, and I would like to know, in the point of view of Your Excellency, the fundaments to the follow topics:

1) The proposition is that for small farms don't need to meet the minimum percentage of preservation by biome. I have been noticing a lot of polemic on this question. Why, instead of haven't percentages, don't define a different - lower - percentage for those cases?
2) I didn't understand the reason for the forgiveness of charges and punishments of infractions occurred before July, 22 of 2008. Why that?
3) Exists a lot of polemic around the expend of money and energy on recoverig areas already explorated, as the planting of grape and coffee. I agree about don't see any sense on this recovering, once that we would have a large production loss and the long time to the complete recovering. However I also don't feel right just "let it go". Why don't obligate on the proposal that the owner of the explorated land must be compromised to recompose the forest on another area, on the same size of that one which was exploraded?
I really appreciate if Your Excellency could give some attention to clarify these questions. As I told in the beggining, I'm writing just for curiosity of a citzen.
Regards,
Ricardo Gusmão"

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Lei Ambiental x Agricultura

Sim, Dilma agora é a primeira Presidente Mulher que o Brasil teve. Votei nela por simples falta de opção. Na verdade justifiquei meu voto, mas era nela que eu iria votar mesmo. O problema foi que o governo de Lula (ainda assim aprovo o governo dele) e acredito que menos ainda o de Dilma irá olhar pelo meio ambiente.
Um dos pontos de maior polêmica da atual legislatura ambiental é a questão da agropecuária. Produtores e alguns políticos defendem que o agronegócio vem sofrendo constantemente com a legislação ambiental. Mas será que dá para compatibilizar os interesses de preservação do meio ambiente com os interesses da produção?
O que acontece agora é que a legislação ambiental é consolidada. As penas têm uniformização e gradação adequadas e as infrações são claramente definidas. A pessoa jurídica agora também pode ser punida - inclusive a responsabilidade penal - e permite a responsabilização também da pessoa física autora ou co-autora da infração.
Desse modo os pobres grandes pecuaristas e agricultores não podem mais cortar um matinho para expandir suas criações e plantações, ou fazer um desviozinho em um leito de rio. Claro, 10.000 cabeças de gado não são mais suficientes. Ele precisa dobrar a produção para ganhar mais dinheiro e alimentar sua pobre família, afinal pode ser que estejam passando fome.
A lei não impede o agropecuarismo no país, apenas delimita áreas e limites para a atividade. Leva algum tempo e o projeto precisa ser aprovado pelo governo. Serão feitas algumas exigências, idas e vindas do projeto, mas tenha fé que se a coisa tiver fundamento, vai sair. Trabalhei em um desses projetos, para criação de Tilápias no Rio São Francisco.
Talvez o maior problema para o agronegócio não seja a Lei em si, mas a burocracia e morosidade de liberação de algum projeto de ampliação ou criação.




Yes, Dilma is now the first President Woman of the Brazil. I voted on her just because I haven't a better option. In fact I was traveling and didn't vote, but I would on her. The problem about the Lula's government (I still approve his government) and I believe that even more Dilma's government will not take care about the environment.
One of the most polemics topics of the actual environment terms is about the agriculture. Farmers and some political defend that the agriculture has been constantly suffering about the environment terms. But is it possible to share the environment preservation interests with the production interests?
What we see here is a consolidated environment terms. The penalties are appropriate standardization and gradation, and the violations are clearly defined. The corporation can now also be punished - including criminal responsibility - and responsibility also allows to the individual author or co-author.
So that way the pours big farmers can't cut a little bush anymore, or even make a little detour on some riverbed. Of course, 10.000 cattle aren’t enough to give him money to feed his family. This guy has to duplicate his cattle! We don't want his family starving anymore.
The law doesn't prevent the agriculture on the country, just input limits on areas and activity. Take some time and your project must be approved by the government. There will be exigencies, comes and goes on the project, but with faith, if your project has some fundament, it'll be approved. I worked once on a project like that, about tilapia creation on the São Francisco River.
Maybe the major problem to the agriculture isn't the Law itself, but the bureaucracy and delays to approve some project for expansion or creation.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Banco de Dados Oraco...

Eu estava navegando pelos Grupos do Google procurando algum fórum de discussão legal de Banco de Dados quando encontrei a pérola abaixo. Fiquei extremamente tentado a entrar no grupo que deve ter discussões de grande conteúdo e alto nível técnico. Principalmente se você for um profissional "Oraco" certificado.

Na boa, ainda tentei achar uma justificativa para a escrita errada da palavra, tipo, pow, o cara esqueceu um "L"... Mas não deu. Porque mesmo com um "L", a coisa ficava "Oraclo"... Sei lá, vai ver é a versão Português (Brasil) do ORACLE! =P



I was searching into the Google Groups some nice forum about DataBases when I had found this "pearl" above. I was extremely tempted to join it, which might have high level technical discussions and content. Even more if you're a "Oraco" Certified Professional.
No jokes, I really tried to find some justification on the misspelling of the word, as if... the guy just forgot or had missed the "L" letter... But not... Because even if he had placed the "L", the word would be "Oraclo"...
Maybe it's a new version of the ORACLE software, for Portuguese (Brazil) =P

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Melhores crianças para nosso planeta

Há mais de 10 anos que nossa Lei Ambiental está em vigor e pouca coisa progrediu em relação a preservação do meio ambiente. Queimadas, degradação e depredação de belezas naturais, falta de fiscalização e principalmente falta de educação ambiental. Que adianta uma lei bonita, toda bem escrita, cheia de punições e multas se não existe uma fiscalização eficiente para aplicá-la? Quando falo em fiscalização não é apenas a que é de responsabilidade das autoridades. Fiscais, guardas, órgãos... E nós? Nós também podemos e devemos dar nossa contribuição a essa fiscalização. Não estou dizendo que vamos juntar um grupo de pessoas, colocar anéis coloridos nos dedos e sair gritando "Vai Planeta!". Basta apenas denunciar, cobrar dos políticos e escolher políticos que se importem com a preservação ambiental.
Um colega de trabalho mostrou-me hoje uma frase que recebeu por e-mail: "Fala-se muito sobre o que fazer para deixar para nossos filhos um planeta melhor, mas pouco sobre como deixar melhores filhos para nosso planeta!".



For more than ten years that our Environmental Law was created and I can see few progress on the environment preservation. Fires, degradation and destruction of natural beauty, especially lack of supervision and lack of environmental education. For what a beautiful law, well wrote, full of punishments and charges if doesn't exists an effective monitoring to enforce? When I talk about monitoring, isn't just those of responsibility of the government and authorities. Monitors, offices, organizations, bureaus... And what about us? We also can and must give our contribution to this monitoring. And I'm not talking about put a colored ring on the hand and go out screaming "Go Planet!". I just have to denounce, ask for some attitude from the politics or just choose better the politics to represent us. Some that cares about the environmental preservation.
A work partner showed me this morning a phrase that he received by e-mail: "We talk too much about let a better planet to our children, but few about let better children to our planet!".

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

O Fim da Poluição Visual (Ou não)

Como é bom ver a cidade novamente sem todos aqueles painéis medonhos pelas calçadas, com fotos assustadoras de candidatos a Deputados e Senadores e coisas tal. Teremos segundo turno para eleição presidencial, mas pelo menos sem aqueles troços atrapalhando o caminho e visualmente poluindo o ambiente.

E falando em poluir o ambiente visual, acho que comi mosca em não abrir uma ação civil contra a cidade (ou candidatos). Desde que entrou em vigor a Lei Municipal No. 17.521/2008, segundo o Artigo 8 da dita Lei, é estritamente proibida a instalação de anúncios em:
II – vias, parques, praças e outros logradouros públicos, salvo os anúncios institucionais, com ou sem patrocínio, os anúncios orientadores, os instalados em Espaços Promocionais Públicos Criados – EPPC, bem como as placas e unidades identificadoras definidas nos termos do decreto regulamentar;
XI – passeio público, salvo na hipótese de instalação em mobiliários urbanos definidos nesta lei, que não venham prejudicar ou reduzir a mobilidade urbana das pessoas;
XIII – áreas “non aedificandi” às margens de rios, canais, lagos e açudes;
XIV – locais nos quais, pela sua forma, dimensão e localização, vierem a dificultar a acessibilidade de pessoas com deficiências ou mobilidade reduzida;

§ 2º – Nos canteiros centrais, de vias ou logradouros públicos somente serão permitidos anúncios institucionais, com ou sem patrocínio, anúncios orientadores e anúncios na forma dos arts. 50 a 53 desta Lei, desde que as calçadas permaneçam livres para a mobilidade urbana.

Coloquei apenas as partes que achei relevantes ao que vou expor. Eu posso estar errado, mas li e reli toda a Lei e não encontrei nenhum Artigo, Parágrafo ou Anexo que abrisse exceções a candidatos em campanha eleitoral. Então pra mim, todos aqueles mondromos enfileirados nas calçadas, margens de canais e na beira das praças estavam infringindo descaradamente a Lei Municipal.
Mas Leis são criadas por políticos. Conseqüentemente candidatos apoiados ou os próprios. Então basta fazer uma míope vista grosa e torcer para que ninguém "perceba" a pequena infração. Embora que para mim, Lei é pra ser respeitada. Se não respeita-se as leis em campanha, quem dirá quando assumirem seus devidos cargos!





It's good to see again our streets without all those freak political ads spread out above our sidewalks, with fearing pictures of candidates and all those stuffs. We'll have a second round on our election process, to president choice, but at least I'll haven't to see those things taking my way and polluting the visual of the city.
And talking about visual pollution, I lost a chance to bring a civil process against the city hall (or the candidates). Once that the municipal law N. 17.521/2008 started, according to the Article 8, its strongly forbidden the installation of ads (understand as those ads which a talked about) on:
II - Roads, parks, squares and other public places, except the institutional advertisements, with or without sponsorship, created for orientation, those contained in Public Spaces Promotional Created - PSPC, as well the signs and identifying units established under decree;
XI - Public sidewalk, except in case of installation in urban buildings as defined in this law, which will not impair or reduce the urban mobility of people;
XIII - areas "non aedificandi" on the banks of rivers, canals, lakes and dams;
XIV - Places where, by their shape, size and location, were to hinder the accessibility of persons with disabilities or reduced mobility;

§ 2º – In the central beds of roads or public places will only be allowed institutional advertisements, with or without sponsorship, ads, guiding ads and ads in the form of arts. 50 to 53 of this Law, in a way that the sidewalks remain free for urban mobility.

I disposed only relevant parts of the law to this post. I might be wrong, but I read and read many times this law and couldn't find anything about some exception on political seasons. So, for me, all those clumsy ads in line on our sidewalks, canals bank and squares sides were blatantly infringed the municipal law.
But laws are created by the politics. Consequently the candidates or people supported by them. So, they just have to do a myopic overlook and wish to nobody notice their "little" infraction. Although that to me, Law is made to be respected. If they don't respect the law while in campaign, who tells about when they assuming their chair!

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Minhas primeiras eleições sem o Lula nas Urnas...

Então, esse fim de semana viajei 250 km para exercer minha cidadania e contribuir com a festa da democracia (ou simplesmente perder meu valor). Minha primeira eleição sem a foto de Lula na urna eletrônica... De alguma maneira senti falta. Pow, Lula está nas cédulas eleitorais e urnas eletrônicas desde 1989. Já era quase uma tradição!
Pois bem, foram Júlio Cavalcanti para Deputado Estadual (esse entrou), Moisés para Federal (Ficou como primeiro suplente. Se a gente matar um, ele entra), Raul Julgman e Armando Monteiro para Senado (Raul nem chegou perto... Melhor assim, depois que eu soube que ele foi o autor da emenda que desarmava a população para deixar apenas os bandidos armados), Eduardo Campos para Governador (Por sinal o mais votado no país. Nada contra seu governo anterior, apenas deixou a Educação um pouco escanteada) e para presidente (presidenta), Marina Silva.
Por sinal Marina era a única candidata capaz de tirar a presidência de Dilma. Forçou o segundo turno das eleições - mesmo que não disputado por ela. Votação expressiva. E se houvesse mais uns dois meses, não duvido que ela disputasse um segundo turno com Dilma, ao invés do Serra. Resta agora saber quem ela irá apoiar no segundo turno. Minha aposta é Ninguém, mas nem sempre política funciona segundo ideais e pensamentos de um indivíduo - Marina.



 So, this weekend I traveled 250km to do my citizenship and contribute with the democracy party (or just to simply lose my value). My first elections without the picture of Lula on the voting machine... Somehow I missed it. You know, Lula is on the ballots cards and voting machines since 1989. It was almost a tradition already!
So, I gave my votes to Júlio Cavalcanti to the State Representative (he got it), Moises to the Federal Representative (he is the first in the line to substitute some of the others three. We just have to kill one of them and Moises is in), Raul Julgman and Armando Monteiro to Senate (Raul got neither close to win... Better, after I had knew that he was author of the law to took off the guns of the population and leave it only with the bandits), Eduardo Campos to Governor (and he was the most voted governor candidate of the country. I didn't find bad his past government, but he forgot a little the education area) and Marina Silva for president.
By the way Marina was the unique candidate in conditions to win Dilma for President. She forced the Second Round of the elections for president - even if she isn't disputing it. Expressive voting she had. And I bet that if we had more two months of campaign, she would dispute the second turn against Dilma, instead of Serra. Rest for us now just to know who she'll support in this second round. I guess that'll be Nobody, but politics doesn't not always work according to thoughts and ideas of one person - Marina.

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Posto de Saúde Público

Hoje pela manhã fui a um Posto de Saúde Público. Não para comprovar como é sofrida a rotina de quem precisa sempre desse serviço ou de alguma forma sádica me satisfazer em ver pessoas que acordam as 4 da manhã para serem atendidas as 9:00. Tivemos que ir ao Posto de Saúde Público para obter um encaminhamento para fila de inseminação artificial no IMIP, uma vez que não tenho R$15.000 disponível para o tratamento particular. Vivenciei toda a sabatina (ou parte dela) das pessoas humildes que tem nesses postos a única forma de receberem atendimento médico clínico. E não, não é nada divertido. Algumas dicas pra se algum dia também forem a um Posto de Saúde Público, que não seja pra tomar vacininha:
1) Use roupas leves e simples. Nada de ir com a roupa do trabalho, tipo calça, camisa e sapato social. Gravata nem pensar! Primeiro que o calor é medonho. Você fica sentado em frente a um ventilador que não funciona. Metade das pessoas vai achar que você é pastor evangélico e a outra metade que você é um playboy metido que veio tirar sarro deles. Você se sentirá a Ervilha na festa do Milho. Bermudão, camiseta e chinelão é o guarda-roupa ideal. Não tenha vergonha de mostrar aquela sua unha mofada com fungos. É apenas mais uma lá!
2) Falando em evangélicos, cuidado! Provavelmente algum vai sentar ao seu lado e tentar lhe trazer para Jesus! Tentar lhe salvar do fogo do inferno! E se você estiver com os trajes citados acima (social style) ai fudeu amigo porque no mínimo vão achar que você é um pastor. E a conversa irá longe. Caso isso ocorra, apenas concorde e balance a cabeça até chegar a hora de chamarem sua ficha (ou a da outra pessoa). Nunca, em hipótese nenhuma diga que você é de outra religião e muito menos que é ateu. Todos eles vão pro inferno e você vai conhecer a ira e persistência de um evangélico inquisidor.
3) Se você acha que vai chegar lá e esperar no máximo meia horinha... É o ERRO! Meu velho, você vai ficar no mínimo duas horas sentado numa cadeira de plástico, num calor medonho, assistindo Ana Maria Braga, com imagem ruim e sem som! Então amigo, leve um livro. Veja bem, eu disse livro! Nada de Palm, Netbook, NoteBook, iTab ou mesmo joguinho de celular. Você só vai chamar atenção desnecessária, pois as pessoas irão ficar se perguntando o que um cara que tem aquilo está fazendo no posto de saúde público. Deve ser pra zoar deles né? E livro, veja bem, nada de levar Dostoievsky, Tolstoi, Luis Fernando Veríssimo, Paul Sartre... Não. Erro novamente. Lembre-se que algumas pessoas lá nem ao menos sabem ler. Elas podem ficar ofendidas. Leve uma revista Caras, Contigo, página de esportes do jornal ou no máximo um livro do Paulo Coelho. Se alguém puxar conversa com você ótimo, o tempo passa mais rápido. Conversem sobre a novela. Nunca sobre política, religião ou qualquer outro assunto que possa gerar uma polêmica.
4) Não ache que você vai se distrair olhando pelo menos algumas garotas bonitas. Nunca vi ninguém dizendo "Hoje vou pro PS azarar!". Posto de Saúde Público é feio! O povo que freqüenta também é feio. Na boa, eu não sou nenhum Brad Pit, mas tava fazendo sucesso grande. Acho que eu até conseguiria uns 4 ou 5 telefones (sem serem fakes hein!) das "gatinhas" por lá. Você vai escutar pessoas falando "mastruação", "merdicamento", "Prenha" (no lugar de grávida), entre outras pérolas. Não ria! Nunca! Além de ser uma grande falta de educação e humildade, é uma grande falta de juízo também. Você pode acabar se tornando o centro das atenções (mais ainda) do PS, descobrindo que essas pessoas não só conseguem falar errado, mas muito alto! Principalmente se estiverem discutindo com você.
Se vocês seguirem esses 4 passos básicos, vão conseguir fazer da sua consulta uma coisa bem menos traumática, quase que imperceptível!




This morning I went to a Public Health Clinic. Not to prove how suffering is the routine of those whose need this kind of service, or on some sadist way, to satisfy myself looking people that woke up 4 am to just receive care at 9 am. We had to go to a Public Health Clinic (PHC) to receive a referral to get into the artificial insemination line, at the IMIP Hospital, once that I don't have $15.000 available to pay the treatment. I lived all the sage (or a part of it) of those humble people that have on those public clinics the unique way to get some health care. And no, it isn't funny. Some tips to those that need a PHC not just for take some influenza vaccine:
1) Use light clothing. Don't go there with the clothes that you usually use to go to a work place. No social pants, shoes or t-shirts. Don't even think in use a tie! The heat there is amazing and probably you'll seat in front of a broken ventilator. Half of the people there will think that you're some evangelic pastor, and the other half that you're some playboy that's there just to fun of their faces. It's no good if they think that. You'll be felling like the peas on the corn party! Shorts, shirt and slippers are good to this environment. Don't feel shame to show your entire nail with fungus and moldy. It will just one more nail there.
2) Talking about evangelic, be careful! Probably some will sit by your side, trying to bring you Jesus! Trying to save you from the fire of the hell! And if you're using clothes like I told above (social style), you're in troubles, because they'll just think that you're some priest or pastor. And the conversation will be far my friend. If this happen, just shake your head, agreeing or not, until they call you (or call the other person). Never, I said never say that you have another religion or just don't believe in religion. All those people go to hell and you'll just know the fury of a inquisitor evangelic!
3) If you think that you'll get there and will wait at maximum a half of hour for attendance... FAIL!!!! Dude, you'll wait at least two hours set on a plastic chair, on a heat that just look like the hell, watching some boring cooking program in a tv with bad image and no sound. So my friend, take a book with you. Pay attention, I said book. No Palms, NetBook, Laptop, iTab or even a game on your mobile. You'll just bring unnecessary attention to you, because people will start to ask what a guy that can buy those technologies is doing there? May to make fun on they, isn't it? So, take the book. Just be careful with the book. Nothing about Dostoyevsky, Tolstoi, Hemingway, Luis Fernando Verissimo, Paul Sartre... No no. Fail again. Remember that some of people there even can read or write. They may get offended. Take some soap opera magazine, sport page of a journal or at maximum a book of Sidney Sheldon. If someone start talk with you is better. Time will pass faster. Talk about soap opera. Never about politics, religion or anything polemic.
4) Also don't think that you'll can distract looking beautiful girls there. I never listened somebody telling "Today I go to the PHC get some chicks!" PHC are ugly! And people there are also ugly! People, I'm not even close to Brad Pit, but I sure you that made fans there. Maybe I could even get 4 or 5 telephone numbers there (and not fake numbers!). There you can heard people saying "manstruation", "merdicine", "pregnanted", among others pearls. Don't laugh on this! Never! Besides this represents a very no education and humility, it's also a no sense. You can become the center of the attentions with this (even more), finding that those people apart then can't spell correctly, they can talk very loud. Mainly if they are discussing with you.
If you follow those four basic steps, I sure that you will have a stay there such less traumatic and almost imperceptible.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Pesquisas Eleitoreiras

Por acaso fui comparar os números das pesquisas de intenção de votos de um ano atrás para esse ano. O cenário era bastante diferente, e com isso os números também mudaram bastante. Levando-se em consideração alguns supostos candidatos há um ano, que não conseguiram se candidatar, o cenário atual é bem intrigante:
Em um dos cenários de Agosto de 2009, pela pesquisa do DataFolha, tínhamos a seguinte situação:
José Serra           : 36%
Dilma Rousseff    : 17%
Ciro Gomes        : 14%
Heloísa Helena : 12%
Marina Silva       : 3%
Brancos e Nulos : 11%
Indecisos            : 7%

A pesquisa feita no último dia 15, pelo mesmo instituto, tem o seguinte perfil:
Dilma Rousseff     : 51%
José Serra           : 27%
Marina Silva       : 11%
Brancos e Nulos : 4%
Indecisos            : 7%

O que parece ter acontecido foi uma migração dos votos de Heloísa e Ciro - Que não conseguiram suas candidaturas - para Dilma. Considerando também que o candidato Tucano perdeu quase 10% do seu eleitorado. E olhe que não entrou nenhum candidato novo para justificar a "fuga" desses pontos. É estranho, pois é como se todos os eleitores de Ciro e Heloísa tivessem migrado para Dilma, além dos que estavam convictos em votar em Serra. Restou para Marina o percentual que ia votar Branco e Nulo e de repente decidiu votar no Verde. Vá lá ainda que fossem os indecisos... Muy estraño!


By the way I was comparing the numbers about the elections from one year behind. The scenery is quite different, and also the numbers had a big change. Considering some supposed candidates one year behind, which couldn't get candidate, the actual frame is very intriguing:
In one of the sceneries at August 2009, by the DataFolha Institute, we had this follow situation:
José Serra           : 36%
Dilma Rousseff    : 17%
Ciro Gomes        : 14%
Heloísa Helena    :12%
Marina Silva       : 3%
No One and Null: 11%
Don't Know        : 7%

The last survey, 15, September 2010, by the same institute, shows us this:
Dilma Rousseff    : 51%
José Serra           : 27%
Marina Silva       : 11%
No One and Null: 4%
Don't Know        : 7%

What seems to had happened was a sort of migration from the Heloisa and Ciro votes - once that they didn't get their candidature - to Dilma. Also considering that Serra lost almost 10% of his electors. And pay attention that we didn't have any new candidate to steal those points from Serra. It's strange, just like if all the electors of Ciro and Heloisa had migrated to Dilma, including those that was convinced to give their vote to Serra. Left to Marina the part that would vote Null or No One, that suddenly resolved to give their vote to her. At least if were those which didn't know whose to vote... Very strange.

domingo, 26 de setembro de 2010

Desrespeito das campanhas



Estou cansado do desrespeito de certos candidatos com a população de um modo geral. São painéis bizarros obstruindo a passagem nas calçadas (pelo menos trocam os candidatos de um dia para o outro), carreatas malucas em rodovias, utilização de recursos/bens públicos para beneficiar a própria candidatura ou a candidatura de algum coligatário, panfletagem com uma multidão de militantes que mais parece um grande arrastão, entre outras bizarrices que ando vendo.
Junte a isso candidatos que usam o poder em benefício próprio, agindo conforme sua lei e vontade, fazendo elegerem-se (ou elegendo quem deseje) pela força e medo. Claudiano, filho de Claudiano Martins, provavelmente vai eleger-se as custas do dinheiro do pai, que não fez nada além de impor o medo na sua região. "Coroner" Inocêncio Oliveira, o faltoso. Junho e Julho quase não compareceu às sessões, inclusive faltando a sessão para votar no projeto Ficha-Limpa. Tiririca... Campeão de votos para deputado federal. Provavelmente vai arrastar uns dois anônimos desqualificados com ele, como fez o Enéas na última eleição. Sebastião Oliveira... Não tenho nada pra falar dele. Só citei-o porque deu um bolo no meu sogro na última eleição para estadual.

Sem falar nas trocas de acusações e denúncias que somos bombardeados nesse período. Até as páginas do governo foram tiradas do ar para evitar que por terem algum link relacionado a obras ou programas federais, seja incluída em algum artigo de propaganda eleitoral indevida. Particularmente acho imbecilidade e falta do que fazer. Deviam estar se preocupando em remover o lixo que são aqueles painéis das calçadas. Se esse pessoal não respeita seus eleitores em época de campanha, quem dirá quando forem eleitos!











I'm tired from the disrespect of some candidates with the population in general. There are bizarre displays obstructing the way on sidewalks (at least they change the picture from one day to another), crazy motorcades on the highway, utilization of public money/resources in own benefice or to the candidature of some partner, pamphleteering using a crowd of people that more look likes a band of street gang components, among another bizarre things that I have been seeing.

Put it together with the candidates that uses their influence and power in their own benefice, acting as their own law and will, electing their selves (or who they want to) by the power and fear. Claudiano Filho, son of Claudiano Martins, probably will be elected with his father money and power on the background, which did nothing more then spread the fear on his region. "Don" Inocêncio Oliveira, the missing one. June to July he almost didn't appeared to the parliament sessions, including the sessions to vote the "Clean Sheet" project. Tiririca... Probably will be the champion on votes to Federal Rep. And worst of all, may will bring with him two disqualified candidates, as the Pear Woman, just like happened to Enéas on the last election. Sebastião Oliveira... Well, I don't have anything to say about him. Just put him on my list because he "forgot" my father in law after he had won the last elections. And we have also the accusations exchange and complaints that we're bombed on this season. Even the government sites gone unavailable to avoid that some link inside them related to federal programs, may be included on some Election Law as a bad thing. Particularly I found very stupid this. May they don't have nothing better to do... Because this is more important than worry about take off from the streets their crap and the displays on the sidewalks. If they don't respect their voters on the campaign season, I won't even think about when they gone elected!

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Estrelinhas para UFPE...

Essa último fim de semana saí em busca de uma Feira Livre para comprar meus produtos orgânicos. Acordei cedo e tudo mais, óia! Foi então quando descobri que a feira que acontece lá perto de casa, aos Sábados é uma feira de roupas, Sulanca Style... A feira de frutas e verduras na realizadade se dá nas terças-feiras. Que bacana... Até na UFPE, que promove desde 2006 na frente do Centro de Ciências Sociais Aplicadas, a Feira de Economia Solidária e Agroecologia, só que essa acontece apenas nas quartas de 5h às 13h. Espetáculo...
Falando em UFPE uma coisa me intrigou essa última semana. O Guia do Estudante da Editora Abril qualificou a UFPE como a melhor entidade de ensino público nacional para o curso de Administração. "Temos professores que trazem a experiência do mercado para a sala de aula..." - Lembrei então de uma pessoa que conheço que estuda e trabalha (trabalhou) diretamente na UFPE, cursou Administração de Empresas e lhe fiz algumas perguntas sobre o curso:

Ricardo
12:57 Ricardo
Aproveitando, me diz uma coisa... O curso de administração... Tu achas que o da UFPE hoje é melhor que o da UPE?
12:58 Eu
em verdade não sei como anda o da UPE, mas o da UFPE tem muitos professores substitutos... por esse motivo há uma descontinuidade na qualidade nem sempre os professores são bons... muitas vezes não são especialistas na área da disciplina que estão lecionando
12:59 Ricardo
Imaginei... O Guia do Estudante Abril elegeu a UFPE a melhor do Brasil, quanto a ensino público, em relação a Administração
12:59 Eu
hummm... imagina o resto? deplorável , né?
12:59 Ricardo
Pois é... Medo!!!! A UPE sempre achei que era melhor que a UFPE...
13:00 Eu
talvez eu esteja errada...ou sendo exigente demais... na minha época tive ótimos professores na UPE. professores com muita experiência prática em empresas...com consultorias próprias....
13:01 Ricardo
Pode ser, mas tem uma frase que o Guia do Estudante usou que queria tua opiniao: "Temos professores que trazem a experiência do mercado para a sala de aula..." - Isso pra UFPE... É verdade?
13:01 Eu
hoje... parece que não é essa a realidade. eu não acho não. todos são acadêmicos...
13:02 Ricardo
Pois é...
13:02 Eu
bem acadêmicos mesmo... muitos nunca trabalharam em empresas... apenas públicas... confio nesse guia não... repensando...na graduação ok...vamos lá... tem Pierre ....tem Walter Moraes....
13:04 Ricardo
Imaginei isso... Inclusive pq a UFPE pede exclusividade a maioria dos professores. Pierre Lucena... Acompanho o blog dele... Acerto de Contas
13:05 Eu
eles são ótimos profissionais... pois é, eles têm contato com o mercado... são mais abertos....em relação aos outros....
(...)

A conversa ainda continua, mas não tem mais muita relevância com o assunto. Duas ex-namoradas minhas estudaram Administração de Empresas na UPE e lembro que falavam muito bem do curso lá. Não quero desmerecer a qualidade do curso da UFPE, mas como disse no bate-papo acima, tenho até medo de saber como andam os cursos nas outras universidades! De qualquer modo o guia pode até estar certo, afinal a UPE não é enquadrada como Universidade Pública.




This last weekend I went out looking for some Free Market to buy organic products. Woke up early and all those stuffs, wow! That was when I found that the free market, at Saturdays, near my home, becomes a clothes market =P Fruits and vegetables market only happens at Thursdays. So cool... Even at UFPE (Federal University of Pernambuco) that since 2006, in front of the Center for Applied Social Sciences, when happens the Solidarity Market of Economy and Agro ecology, is only on Wednesday from 5 to 13 o'clock. Show...
And talking about UFPE something intrigued me last week. The Student Guide from the Abril Publishing qualified the UFPE as the best public university of Brazil in the Administration graduation school. "We have teachers that bring their market experience for the classes..." - So I remembered a person, friend of mine, that studied and works (worked) directly at the UFPE, graduated on Administration and I questioned her about the topic:

12:57 Ricardo
Taking advantage of the topic, tell me... the administration graduation school... Do you think that the graduation at UFPE is better than at UPE (University of Pernambuco)?
12:58 Me
In fact I don't know how is going the course at UPE, but at UFEP they use to have a lot of substitute teachers... Because of this, there is a discontinuity on the course quality. Isn't always that those teachers have quality... Many times they aren't even specialists on the area of the class they are teaching.
12:59 Ricardo
I imagined... The Student Guide from the Abril Publishing qualified the UFPE as the best public university of Brazil in the Administration graduation school
12:59 Me
hummm... can you imagine the rest? deplorable, isn't it?
12:59 Ricardo
Yes... Fear it!!!! The UPE, I always thought that it was better than the UFPE...
13:00 Me
Maybe I'm wrong... Or being very demanding... At my time there I had great teachers. Teachers with a lot of experience and practice on the market... With their own companies.
13:01 Ricardo
Maybe, but there's a phrase on the Student Guide that I want your opinion about: "We have teachers that bring their market experience for the classes..." - This for the UFPE... This is true?
13:01 Me
Nowadays... seems that isn't the reality. I don't think so. They are all academics...
13:02 Ricardo
So it is...
13:02 Me
Really very academics... Many didn't work on a real company... only public companies... I can't trust this Guide... rethinking... talking about graduation ok... Let's go... There's Pierre... There's Walter Moraes...
13:04 Ricardo
I imagined that... Most because the UFPE demands exclusivity to the major of the teachers. Pierre Lucena... I follow his blog... Acerto de Contas
13:05 Me
They're excellent professionals... So it is, they're in contact with the market... Opened mind.... Comparing to the others...
(...)

Our talks continues, but isn't relevant anymore to our topic. Two of my ex-girlfriends studied Administration School at UPE and I remember they talking pretty well about the school. I don't want to belittle the UFPE school quality, but as I told on the chat above, I'm afraid to know how is going the school on the other universities. Anyway the Guide maybe even right, because at least the UPE can't be categorized as a public university.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Cadê os Orgânicos =(


Dando continuidade aos meus devaneios culinários, vou tentar algo chamado "Bruschettas de Abobrinha Marinada com Búfala e Tomate Cereja". Na verdade torradas com queijo, abobrinha e tomate =P Vou fazer algumas adaptações, pois a receita original vem com muita frescura. Mas uma coisa é fato, vou ter que comprar tomates e abobrinhas.
Primeiramente pensei em comprar todos os ingredientes no supermercado, mas quero fazer uma coisa mais orgânica possível. Os produtos vendidos nos supermercados, em sua maioria, já são aquelas coisas geneticamente alteradas. Pelo menos a Lei de Orgânicos (10.831) obriga agora que os produtos orgânicos tragam o selo abaixo em suas embalagens, mas o problema é que sua obrigatoriedade só começa a valer à partir de 01 de Janeiro de 2011. Até lá fica a critério da sorte achar um produto orgânico nos supermercados.
O jeito é ir às feiras livres para conseguir um bom produto orgânico. Olha ai que maravilha. Feira livre... Cheio de gente bonita e cheirosa. Como viajei para o interior no fim de semana passado, pensei em acordar cedo para ir à feira pertinho da casa do meu sogro. Claro, feira de rua é bom chegar bem cedo para pegar os melhores produtos. Depois é só "resto de feira". O problema foi que passei o dia anterior inteiro bebendo com meu concunhado, no sítio a uns 30 km da cidade, adentrando pela noite... Chegar cedo na feira virou a lenda.



Continuing my culinary adventures, I'll try to cook something called "Bruschetta with Buffalo Courgette Marinade and Cherry Tomato". In fact this is only toast with cheese, zucchini and tomato =P I'll do some adaptations, because the original recipe is too fussy for me. But one thing is true, I must buy tomatoes and zucchini.
First I thought into buy all the recipe ingredients on a supermarket, but I want to make the thing as organic as possible. Products that are sold on a supermarket, in their majority, are genetically modified stuffs. At least the Law of Organics here obligate that all the organic products must come with the seal above on their packing, but the problem is that the obligation will only begins at January, 1 of 2011. Until there is to the lucky to find some organic products on the supermarket.
Left me to go to the live market to try to get a good organic. Look how wonderful... Live markets, fulfilled of beautiful people, good smell... As I had traveled to the countryside last weekend I thought in wake up earlier in the morning to go to the live market near to my father-in-law house. Sure, when I tell you early, I mean very early, because on live markets you must get there very early to get the better products. After this is just the "rest". The trouble then was that I spent the day before drinking with the husband of my sister-in-law, at the farm far 30km from the town, going through the night and over... To get early at the live market became just a fairytale...

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Cordon D'or e Fondue de Chocolate Casino Francês... Tous d'bon!

Agora foi a vez de tentar a combinação de vinho com chocolate através de um Fondue. Comprei duas barras de chocolate Casíno e uma garrafa de Cordon D'or, um vinho branco, doce, mas forte, 17%. Usei apenas uma das barras (200g) e já deu bastante chocolate para duas pessoas, suficiente até para quatro. Quando o chocolate estiver derretendo, derrame 200g de creme de leite e misture. Depois é servir com morangos, uvas, kiwis, pêssego... Achei um pouco enjoativo, mas nada desgraçado. Ainda não deixa de ser uma boa combinação para um fondue em casa com os amigos.
Ainda estou me recuperando de uma série de doenças. Acho que agosto foi "o mês estragado" =/ Gripe, dengue, infecção intestinal, mais gripe... Foi quase um mês inteiro de mazelas. Hoje tive que sair mais cedo do trampo por conta da nova gripe. E ainda estou me sentindo meio derrubado. To parecendo aquela música do Titãs... O Pulso.



Now I tried the combination of wine and chocolate through a fondue. I bought two bars of Casíno chocolate (French) and a bottle of Cordon D'or, a white wine, sweet, but strong, 17%. I used only one bar (200g) that was chocolate enough for two persons, enough even for four I guess. When the chocolate start to melt, pour 200g of cream and mix. After you can serve with grapes, strawberry, kiwis, peach... was a little palled upon, but nothing impossible to taste. There's still a good combination to serve a fondue at home with some friends.
I still recovering myself from a series of illness. I guess that august was the "spoiled month" =/ influenza, dengue fever, intestinal infection, more fever... It was almost an entire month with illness. Yesterday and today I still had to left work early to come home because of a fever. I'm still felling sick =( Just like that Titãs Band song... The Pulse.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Angaro Finca la Celia com Neugebauer


Um Angaro Finca la Celia e um Neugebauer 70%... Essa foi minha primeira experiência de Vinho com Chocolate. Seguindo a orientação de alguns blogs e até mesmo a coluna de Renato Machado na CBN, comprovei que essa combinação pode ser sim, boa. Tudo depende do vinho e do chocolate. A questão é que nós estamos acostumados a chocolates muito doces, sobremesas muito doces. Para fazer uma boa combinação com o vinho, nem um nem outro podem ser demasiadamente doces. Um bom vinho do porto é uma boa escolha, mas fora isso, o chocolate vai muito bem com os vinhos mais secos. Até minha esposa que não é muito chegada a um vinho seco, concordou que o mesmo desce bem mais suave nessa combinação. Esse blog trás algumas boas sugestões de vinhos e chocolates. Como tive apenas uma experiência (quase um virgem!) não tenho muito que sugerir.







An Angaro Finca la Celia and a Neugebauer 70%... That was my first Wine & Chocolate experience. Following the tips from some blogs and also the Renato Machado Column at CBN, I had proved that this combination can have a good taste. All depends on the wine and the chocolate. The question is that we, brazilians, are accustomed to very sweet chocolates and deserves. To have a good combination between both, none can be too sweet. A good Portuguese Port Wines a good choice, and apart that the chocolate also goes very nice with a strong dry wine. Even my wife that doesn't like those dry wines agreed that the wine is swallowed softly in this combination. As I had only this experience (almost a virgin) I haven't too much to suggest, but this blog brings good suggestions on chocolates and wines!

domingo, 15 de agosto de 2010

Strawberry Fileds Forever


Strawberry Saturdays, upload feito originalmente por Siebe.

Doce... convite ao fel e pecado. Sabor singular onde tudo é permitido, sem limites ou pudores. Permitindo-se entregar-se ao prazer em suave sensação de felicidade. Gôsto simples, que faz sonhar e não querer despertar. Vida boa e gostosa, belas coisas, doces sabores. Vontade de mais um. Brigadeiro, bem-casado, surpresa de uva, beijinho, quebra-queixo, doce-de-leite, chocolate, leite condensado, leite moça, mel, queijadinha, trufa, caramelo, suspiro, goiabada, creme, pudim, cocada, bom-bocado, pavê, bananada, maria mole, pirulito, jujuba, algodão-doce, nêgo bom, pé-de-moleque, manjar, musse, pão-de-ló, petit gatô, bombocado, xaxá, marmelada, açúcar. Quente, gelado, em pratos, travessas, cumbucas, raspa de colher-de-pau, enrolado no papel, com as mãos, pelo corpo, comendo, lambendo, apreciando...
Resolvi fazer uma nova experiência (aventura) culinária. Uma mistura de doces e vinhos. Há os que digam que essa mistura é como água e óleo. Ou seja, são duas coisas que não devem ser misturadas. O doce por si só tem a característica de cortar o sabor do vinho. Deixá-lo simplesmente amargo. Por isso não vou misturar chokito com santa felicidade.
Comprei dois vinhos tintos, a 13%, com aroma de frutas para começar. Um bom candidato para iniciarmos a combinação será um chocolate a 60% e outro a 70% de cacau. Tenho uma garrafa de vinho do porto também que entrará na experiência. Algumas pessoas dizem que não combina de modo algum por ser um vinho licoroso, mas a característica do seu sabor forte pode desmistificar isso.

ΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩ

Sweets... Invitation to the sin and bitterness. Singular flavor where anything is permitted, without limits or pudency. Giving your self to the pleasure into a soft feeling of happiness. Simple taste, that makes dream without never to wake up. Good and tasteful life, beautiful things, sweet flavors. Desire for just one more. Candy, chocolate, honey, sugar, cream, lollipop, hardy, pudding, caramel, M&M, jellybeans, skittles, cotton candy, taffies, gumdrops, marshmallows, vanilla, donuts, cake, pie, strawberry, cherry, brownie, (Ok, I don't know as many kind of candies abroad than I know here in my country and region. Any add will be appreciated). Hot, cold, on dishes, platters, vessel, crockery, rasp from wood spoon, rolled up on paper, with the hands, on the body, eating, licking, watching...
I decided to do a new cook experience (adventure). A mix of Sweets and Wines. There are those whose say that this mix is just like oil and water. Two things that would never put together. The sweet itself has a characteristic to cut off the wine flavor. Giving it a bitter taste. That's why I'll not mix the joe's chocolate with the bobie's wine =P
I bought two red wines, 13%, with fruit balm to begin. The best candidate to start this experience will be a dark chocolate with 60% and another one with 70%. Maybe my port wine bottle will enter into the experience also. Some people say that because it's a liqueur kind, the combination will not be good, but the characteristic of its strong flavor may demystify it.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Recife Underground


Down for bussines!, upload feito originalmente por daos1.

Hoje tem Roteiro Recife Blues no Burburinho. Pelo que vi não vai ter banda, mas um DJ colocando blues pra tocar. Sei que isso não é nem perto de underground, mas é o mais perto que tenho chegado disso. Underground é conhecido de boca a boca. Ninguém vê o anúncio de um bar underground no jornal, revista ou no intervalo da sessão da tarde. Como vida noturna há muito não me pertence mais, fica difícil manter esse tipo de conhecimento obscuro. Trabalho, ocupações, família... Junte a isso a mudança do seu círculo de amizade - convenhamos que Recife não é conhecida por ter uma enorme população underground - e pronto, você está agora totalmente out do cenário.
Lembro quando o Burburinho era ainda um bar realmente underground, perto da Rua da Moeda, Soparia, Novo Pina... Só quem frequentava eram pessoas que realmente não queriam o convencional. Hoje o Burburinho perdeu um pouco disso. Saiu do Underground para o Alternativo Simples. Underground era a NonStop - no seu começo - lá no Mr. Beer, Bar Apolo, Grego... Lugares trash, quase que num subsolo, conhecido apenas por quem era underground. Ia pra lá dançar Joy Division, Verve, Talking Heads... Underground eram as Quintas de Moura... "O Bar mais Underground que Conheço é o Teatro / Onde o povo toca mal e as canções são infernais!".

▲▼▲▼▲▼▲▼▲▼▲▼▲▼▲▼

Today will happen Recife's Blues Route at Burburinho's Bar. I noticed that won't be a band there playing, but a DJ with mechanic music. I do know that it's far for Underground, but it's the closer that I can get to this. Underground is knew in mouth-to-mouth. No one see an announce on a newspaper, or a magazine or even at the television, on the soap-opera interval, about some underground pub. As the night-life isn't for me anymore has been a long time, it's hard for me keep this knowledge of the dark. Work, occupations, worries, family... Put together with the change of your circle of friends - we must agree that Recife isn't knew for its gorgeous underground population - and then you are completely out from the scenery.
I remember when the Burburinho was really an underground bar, near to the Rua da Moeda, Soparia, Novo Pina... People whose was there were those which really didn't want something conventional. Today the Burburinho had lost a little of this. Gone out from the Underground to the Simple Alternative. Underground was the NonStop - on its very beginning - at Mr. Beer, Apolo's Bar or Grego's Bar... Trash places, nearing the underground itself (I mean really under the ground), knew only for those underground people. I used to go there to dance Joy Division, Verve, Talking Heads... Underground was the Moura's Tuesdays... "The most underground bar that I know is the Teatro / Where the people play very bad and the songs are from hell!".

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Aquarela


, upload feito originalmente por .Bedouin.

Atualizando meu repertório selecionei a música Aquarela para tocar. Claro, vou começar com uma versão bem simplificada da música, tipo, G - C - D, para o primeiro refrão, para a parte do pinguinho pode começar com Em - C - F. Ai vem o "Vai voando..." com G - B - Em - A - D7.
Bem básico, mas o que me motivou a escrever sobre a música foi a simples lembrança de uma propaganda lá de 1983, da Faber-Castell:


sinceramente eu nem lembrava que havia essa outra versão de 1995:


E muito menos que existia uma versão oficial do clipe da música =)


Isso é o fato que existem imagens, músicas, coisas que a publicidade cria, que entranham de tal forma na nossa mente, criando uma identidade própria, quase que vivas. Marcas que vamos carregar ao longo de nossa vida.
Quando escuto Aquarela, fatalmente me lembro da Faber-Castell =P

Watercolor (or something...)
Updating my repertoire I chose the song Aquarela (Watercolor) to play. Sure, I'll start with a very basic version, like starting with G - C - D, for the first chorus, to the part of the "little drop" we'll start playing Em - C - F. Then comes the "Go flying..." with G - B - Em - A - D7.
Very simple, but what motivated me to write about the song was the simple memory of a tv advertising from 1983, of the Faber-Castell (Watch the first video above).
Honestly I didn't remember that was another version on 1995 (second video above). And neither the official version of the video music (third video) =P
This proves that are images, songs and things that the advertising industry creates, which get inside our minds on a such way as they have their own identity, almost alive things. Brands we'll carry for all of our lives.
When I hear the Aquarela song, fatally I remember the Faber-Castell =P
I tried to transcribe the song lyrics to english (and further for French):

Into a usual paper sheet I draw a yellow sun /
And with five or six lines is easy to do a castle /
With a pencil around the hand I give myself a glove /
And if I do the rain with two lines I have an umbrella /

If a drop of ink fall down on a little blue piece of the paper /
Suddenly I imagine a beautiful seagull flying in the skies...

Go flying, surrounding the great curve, North - South /
I go with her, traveling Hawaii, Beijing or Istanbul /
I paint a white sailboat sailing, it's so much sky and sea /
On a blue kiss /

Between the clouds is coming a beautiful plane pink and garnet /
Everything around coloring with its flashing lights /
You just need to imagine and it goes leaving /
Serene, pretty, and if we want... It'll land.

Into a usual paper sheet I draw a ship leaving /
With some good friends, drinking the good life /
From an America to another I can cross on a second /
I spin a simple compass and on a second I do the world /

A little boy walks, and walking he arrives on the wall /
And just in front, waiting for us, the future is there /

And the future is a space ship which we try to pilot /
With no time or mercy, neither time to arrive /
With no excuses change our lives and then invite us to laugh or cry /

On this road isn't up to us, to know or see what is coming /
Its end nobody knows for sure where will lead /
Let's go all on a beautiful catwalk, of a watercolor that finally someday /
Will discolor...

Into a usual paper sheet I draw a yellow sun (That will discolor) /
And with five or six lines is easy to do a castle (That will discolor)/
I spin a simple compass and on a second I do the world (That will discolor...)/

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Os Cursores Compartilhados

Ando com meu tempo meio oprimido. Tentando me dividir entre meus estudos, coisas da casa e escrever aqui. Meus outros dois blogs estão praticamente entregues as traças. Meus dois companheiros de blogagem (um em cada outro blog) conseguem ainda escreverem menos que eu.
Então, resolvi escrever sobre um problema de banco de dados bizarro que tive certa vez. Tudo levava a crer que era algo relacionado a código fonte, frames, delphi e tal. "QR_Faturas: Type mismatch for filed 'data_emiss', expecting: String actual: Memo".
Notamos que o erro ocorria sempre que abria uma tela cujo grid tinha algum campo que levava conversão de TO_CHAR, ou TO_DATE. É frame, não é... O mesmo executável funciona em outra base com os mesmos dados... What a hell!?!?!?!
Lembrei que há uns 3 anos atrás tivemos um problema semelhante e realmente era um parâmetro de banco que causava toda essa confusão: CURSOR_SHARING. Esse parâmetro determina como uma instrução SQL irá compartilhar o cursor na memória:
FORCE: Faz com que instruções com pequenas diferenças na escrita compartilhem do mesmo cursor;
SIMILAR: Faz com que instruções com pequenas diferenças na escrita compartilhem do mesmo cursor, a menos que a variável afete o sentido da escrita ou o grau de otimização da sua execução.
EXACT: Só haverá o compartilhamento do cursor se, e somente se, a escrita da instrução for idêntica, mudando apenas a variável passada.
O valor padrão é EXACT, mas por algum motivo alguém leu em algum lugar que colocando como SIMILAR daria uma incrementada na performance. É até verdade, se o BDE conseguisse interpretar corretamente algumas instruções compartilhadas. No caso de datas convertidas para texto, usando o TO_CHAR, concatenadas com alguma outra coisa, por algum motivo o campo é interpretado como MEMO, retornando erro acima no componente que estava esperando uma String.
Então quero deixar bem claro esse aviso: O sistema WpdHosp, por enquanto, ainda não funciona com o CURSOR_SHARING diferente de EXACT. Não adianta aplicar patch do Oracle ou fazer upgrade no banco. É questão de DLL e BDE. Talvez com o Delphi 10 consigamos contornar esse problema...



I had been having my time a little underdog. Trying to share it between my studies, things for write and house stuffs. My other two blogs are piratically dammed to the forgetfulness. My two blog partners (one for each of the blogs) can write even less then me.
So, today I resolved to write about a bizarre database problem that I had once. When you see the problem for the first time you just guess that's related to program code, frames, delphi and all. "QR_Bills: Type mismatch for filed 'emiss_date', expecting: String actual: Memo".
We had noted that the error always happened when the user opened some function where the screen had in its grid some field with a data conversion as TO_CHAR or TO_DATE. It's the frame, Isn't the frame... But the same executable worked on another database with the same data... So, what a hell?!?!?!
Then I remembered three years ago, when we had a similar problem and was really a database parameter which cause all this confusion: CURSOR_SHARING. This parameter determines when and how a SQL statement will share a cursor at the memory:
FORCE: Forces statements that may differ in some literals, but are otherwise identical, to share a cursor, unless the literals affect the meaning of the statement.
SIMILAR: Causes statements that may differ in some literals, but are otherwise identical, to share a cursor, unless the literals affect either the meaning of the statement or the degree to which the plan is optimized.
EXACT: Only allows statements with identical text to share the same cursor.
The default is EXACT, but for some reason somebody read that the SIMILAR value would increase the performance. And it's true, if the BDE would correctly interpret the shared statements. In this case, date converted to text using the TO_CHAR function, concatenated with something else, for some reason this field will be interpreted as a MEMO field, returning the error above on the component which was expecting a String.
Let me be more clear: the WpdHosp system, for now, still didn't work with the CURSOR_SHARING with a value different from EXACT. Not worth to apply Oracle patch or doing some database upgrade. The question is the BDE and the DLL used by it. Maybe with the Delphi 10 we can make it work around the problem...

domingo, 1 de agosto de 2010

Mundo Colorido

Só pra finalizar essa conversa, essa coisa do "arco-íris". Tá, gay tem que ser energia, alegria e... Arco-Íris?!?!?! Se era pra ser colorido, usa um caleidoscópio, um adesivo psicodélico dos anos 70 ou até mesmo criar um mascote (colorido), tipo "Gayzonildo" - lembrei do Geninho, de She-Ra.
Agora quando vejo uma criança desenhando um arco-íris, logo imagino se são tendências homosexuais. Se lembro de algum desenho animado com arco-íris (é, Ursinhos Carinhosos) ou programa infantil, vejo um monte de personagens baitolas. Cadê a infantilidade disso tudo? As crianças? O que fizeram com o arco-íris? Acabou-se o romantismo. Olho para o arco-íris no horizonte e imagino um Leprechaun pederasta com um pote de pirulitos no final dele. Uma amiga minha ainda lembra que diziam que se ela passasse por baixo do arco-íris, ganharia 3 moedas de ouro. Hoje, se ela passar por baixo, deve ganhar algumas fivelinhas coloridas.
E ainda não satisfeitos, mudaram as cores do arco-íris. No meu tempo era vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, violeta e anil (pra mim isso é roxo claro). Hoje as cores são vermelho furtacor, laranja pomar, amarelo sol-a-pino, verde folhagem, azul atol, violeta reluzente e anil yang. Pra quê um "sobrenome" para as cores?!?!?! Deixem eu enxergar o mundo em 16 cores... Pra mim é suficiente!


Just to finish this talking, this thing about the "rainbow". Ok, gay must be energy, happiness and... Rainbow?!?!?! If it has to be colorful, why just don't use a kaleidoscope, a psychedelic adhesive from the 70's or just create a mascot, or something, like "Mr. SuperGay" - I had just remembered Loo-Kee, from She-Ra.
Now when I see some kid drawing a rainbow, I inevitably wonder if there are homo tendencies. When I remember some cartoon with rainbow (yes, just like the Care Bears) or some infant tv show, I just see now a lot of carefree characters. Where's the childish? The children? What they done with the rainbow? Gone over the romanticism. I see the rainbow at the horizon now and just imagine a pederast Leprechaun with a lollipop pot on the end. A friend of mine told me that she still remember that people tells that if you can pass under the rainbow, will win three gold coins. Nowadays if she pass under it may get some colored buckles.
And not satisfied, they changed the colors of the rainbow. On my days there were red, orange, yellow, green, blue, violet and indigo (that for me is only a bright violet). Now the colors are red calvin klein, orchard orange, yellow sunrise, green leaf, atoll blue, shinning violet and yang indigo. For what those colors surnames?!?!?!? Let me see the world in 16 colors... It's enough for me =P
 
Locations of visitors to this page
Côcos pelo Mundo